Analises Clinicas

As Análises Clínicas consistem fundamentalmente,

na detecção e/ou medição de determinadas substâncias ou microorganismos em amostras de produtos biológicos (sangue, urina, fezes, saliva, etc.).

Realizamos uma vasta gama de exames nesta área, sendo para alguns deles necessário um preparo do paciente antes da coleta.

Nesta seção você obtém informações sobre o preparo de todos os exames oferecidos pela Syncromed Diagnósticos.

Pesquise aqui seu exame e orientações:

ACETONA URINÁRIA PÓS JORNADA

Interpretação:  A acetona visa detectar intoxicação, já que é utilizada como solvente de esmalte e colas para plásticos. Na intoxicação pode haver congestão pulmonar, dispnéia, torpor e edema.

Instruções: Coletar urina de final de jornada de trabalho ou aleatória em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo. Anotar medicamentos dos últimos 7 dias.

ACETONA URINÁRIA PRÉ JORNADA

Interpretação:  A acetona visa detectar intoxicação, já que é utilizada como solvente de esmalte e colas para plásticos. Na intoxicação pode haver congestão pulmonar, dispnéia, torpor e edema.

Instruções: Coletar urina de pré jornada de trabalho em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo.

ÁCIDO DELTA AMINO LEVULÍNICO

Interpretação: Diagnóstico de porfirias; diagnóstico de intoxicação por chumbo ou mercúrio; auxilio no diagnóstico de alterações hepáticas.

Instruções: A amostra deve ser colhida em coletor limpo e sem aditivo. Anotar medicações dos últimos 30 dias.

ÁCIDO HIPÚRICO URINÁRIO PÓS JORNADA

Interpretação:  É o indicador biológico da exposição ocupacional ao tolueno. Absorvido principalmente por via pulmonar, o tolueno é biotransformado no fígado, formando ácido hipúrico, benzoilglicuronatos e, em menor proporção, outras substâncias.

Instruções: Coletar urina de pós-jornada em coletor de urina limpo e sem aditivo.

Manter a amostra refrigerada para o envio ao laboratório. Mulheres, não colher durante a menstruação.

ÁCIDO HIPÚRICO URINÁRIO PRÉ JORNADA

Interpretação:  É o indicador biológico da exposição ocupacional ao tolueno. Absorvido principalmente por via pulmonar, o tolueno é biotransformado no fígado, formando ácido hipúrico, benzoilglicuronatos e, em menor proporção, outras substâncias.

Instruções: Coletar urina de pré jornada de trabalho em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo. Manter a amostra refrigerada para o envio ao laboratório. Mulheres, não colher durante a menstruação.

ÁCIDO MANDÉLICO URINÁRIO PÓS JORNADA

Interpretação:  É o indicador biológico da exposição ocupacional ao estireno e ao etilbenzeno, que é um líquido incolor frequentemente usado na produção industrial de vários plásticos, isopores e em borrachas.

Instruções: Coletar urina de pós jornada de trabalho em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo Manter a amostra refrigerada para o envio ao laboratório. Deve ser relatada qualquer exposição a medicamentos durante os três dias que precederam à coleta. A coleta da urina deve ser realizada após um mínimo de dois dias de suposta exposição. O paciente não deve ingerir bebida alcoólica nas 24 horas que antecedem a coleta.

ÁCIDO MANDÉLICO URINÁRIO PRÉ JORNADA

Interpretação:  É o indicador biológico da exposição ocupacional ao estireno e ao etilbenzeno, que é um líquido incolor frequentemente usado na produção industrial de vários plásticos, isopores e em borrachas.

Instruções: Coletar urina de pré jornada de trabalho em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo Manter a amostra refrigerada para o envio ao laboratório. Deve ser relatada qualquer exposição a medicamentos durante os três dias que precederam à coleta. A coleta da urina deve ser realizada após um mínimo de dois dias de suposta exposição. O paciente não deve ingerir bebida alcoólica nas 24 horas que antecedem a coleta.

ÁCIDO METIL HIPÚRICO PÓS JORNADA

Interpretação:  É o indicador biológico da exposição ocupacional ao xileno, utilizado na indústria como solvente para tintas e lacas, solvente em indústrias de couro e borracha, agente de limpeza e desengordurante e na indústria química, plástica e de fibras sintéticas.

Instruções: Coletar urina de pós jornada em coletor de urina limpo e sem aditivo.

Agendamento: Não necessário.

ÁCIDO METIL HIPÚRICO PRÉ JORNADA

Interpretação:  É o indicador biológico da exposição ocupacional ao xileno, utilizado na indústria como solvente para tintas e lacas, solvente em indústrias de couro e borracha, agente de limpeza e desengordurante e na indústria química, plástica e de fibras sintéticas.

Instruções: Coletar urina de pré jornada em coletor de urina limpo e sem aditivo.

ÁCIDO TRANS, TRANS-MUCONICO URINÁRIO PÓS JORNADA

Interpretação: É o indicador biológico mais sensível à baixa exposição ao benzeno.

Instruções: Coletar urina de pós jornada em coletor de urina limpo e sem aditivo. O paciente deve realizar higiene rigorosa nas mãos antes da coleta.

ÁCIDO TRANS, TRANS-MUCONICO URINÁRIO PRÉ JORNADA

Interpretação: É o indicador biológico mais sensível à baixa exposição ao benzeno.

Instruções: Coletar urina de pré jornada em coletor de urina limpo e sem aditivo. O paciente deve realizar higiene rigorosa nas mãos antes da coleta.

ALBUMINA

Interpretação:  A Albumina representa cerca de 60% das proteínas plasmáticas e sua elevação geralmente está relacionada a diminuição da volemia (desidratação aguda), já sua elevação está relacionada com redução de sua síntese (como cirrose hepática e desnutrição), aumento do catabolismo (infecções e hipertireoidismo) ou por perdas anormais (choque hipovolêmico e síndrome de má absorção intestinal).

Instruções: A coleta deve ser realizada, preferencialmente no período da manhã.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

ÁCIDO ÚRICO

Interpretação: Avaliar o metabolismo das purinas. O ácido úrico é o seu principal produto final nos fígado, intestino e músculos. O balanço dinâmico entre a produção e excreção determina a sua concentração sérica.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

AMILASE

Interpretação: A determinação da amilase no soro é útil no diagnóstico de pancreatites e parotidites

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

BILIRRUBINA TOTAL E FRAÇÕES

Interpretação: Investigação e monitoramento de doenças e condições hepatobiliares e hemolíticas.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

CÁLCIO

Interpretação: Diagnóstico de hipocalcemias e hipercalcemias. Avaliação de coma; investigação de pancreatites e outros problemas gastrointestinais; nefrolitíase; polidipsia; poliúria; azotemia; adenomatose endócrina múltipla; doenças malignas ou granulomatosas.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

CARBOXIHEMOGLOBINA

Interpretação:  Exame utilizado tanto como avaliação de risco ocupacional em trabalhadores com exposição á combustão de materiais orgânicos como em outros envenenamentos.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

CHUMBO SANGUÍNEO

Interpretação: Avaliação de exposição e toxicidade por chumbo.

Instruções: Colher na primeira hora da manhã antes do horário de trabalho. Anotar medicamentos dos últimos 7 dias.

Jejum: Não necessário

COBRE URINÁRIO PRÉ JORNADA

Interpretação:  A principal utilidade deste exame está no diagnóstico da doença de Wilson, alteração primária do seu metabolismo de herança autossômica recessiva.

Instruções: Coletar 50 mL de urina, jato médio, pré jornada de trabalho em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo.

COBRE URINÁRIO PÓS JORNADA

Interpretação:  A principal utilidade deste exame está no diagnóstico da doença de Wilson, alteração primária do seu metabolismo de herança autossômica recessiva.

Instruções: Coletar 50 mL de urina, jato médio, no final da jornada trabalho em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo.

COLESTEROL HDL

Interpretação:  Avaliação de risco cardíaco; diagnóstico e monitoramento de estados dislipidêmicos.

Instruções: Manter dieta habitual, sem ingerir bebidas alcoólicas nas 72 horas que antecedem a coleta.

Jejum: 8 a 12 horas.

COLESTEROL LDL

Interpretação:  Avaliação de dislipidemias; avaliação de risco para doença coronariana.

Instruções: Manter dieta habitual, sem ingerir bebidas alcoólicas nas 72 horas que antecedem a coleta.

Jejum: 8 a 12 horas.

COLESTEROL TOTAL

Interpretação: Avaliação de risco de desenvolvimento de doença cardíaca coronariana (DCC); diagnóstico e monitoramento de tratamento de estados hiperlipidêmicos primários ou secundários; avaliação da função hepática.

Instruções: Manter dieta habitual, sem ingerir bebidas alcoólicas nas 72 horas que antecedem a coleta.

Jejum: 8 a 12 horas.

COLESTEROL VLDL

Interpretação:  Avaliação de risco cardíaco. Extraído por cálculo dos triglicérides. Ver Triglicérides.

Instruções: Manter dieta habitual, sem ingerir bebidas alcoólicas nas 72 horas que antecedem a coleta.

Jejum: 8 a 12 horas.

COPROCULTURA – FEZES

Interpretação:  Visa diagnosticar infecções pelas enterobactérias Escherichia coli invasora, enteropatogênica, enterohemorrágica e enterotoxigênica, Salmonela spp e Shigella spp.

Instruções: A amostra deve ser colhida em frasco com conservador (Clary-blair). Anotar medicamentos dos últimos 7 dias.

CREATININA

Interpretação:  A creatinina sérica é o principal teste para a avaliação da função renal, refletindo a filtração glomerular, sendo mais sensível e específica que a uréia. É amplamente utilizada para o cálculo da estimativa de filtração glomerular pela fórmula Cockroft-Gault ou MDRD, na triagem de doença renal crônica.

Instruções: Devem ser suspensos medicamentos a base de ácido ascórbico, cefoxitina, cefalotina, frutose, glicose, levodopa, metildopa, nitrofurantoína e piruvato

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

CULTURA-URINA

Interpretação: Detecção de processos infecciosos; auxílio ao diagnóstico das uretrites. A presença de qualquer microrganismo é indicativa da presença de um processo infeccioso.

Instruções: Deve ser realizada a higienização prévia da região genital com água e sabão. Coletar a urina da manhã ou com 2 horas de retenção de urina na bexiga, desprezar o primeiro jato de urina e jato médio, coletar o jato final em frasco estéril. Anotar medicamentos dos últimos 7 dias.

Agendamento: Não necessário.

ETANOL URINÁRIO

Interpretação:  Exame destinado á avaliação de abuso e intoxicação por etanol. Indicação: Diagnóstico diferencial em pacientes comatosos; diagnóstico de intoxicação por etanol; uso forense em casos de determinação para fins legais; documentação de intoxicação alcoólica trabalhista ou familiar.

Instruções: Coletar urina de final de jornada de trabalho ou aleatória em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo. Após a coleta manter o frasco bem fechado e congelar a amostra. Anotar medicamentos dos últimos 7 dias.

ESTRADIOL – E2

Interpretação:  Sua avaliação clínica deve ser realizada com o conhecimento do período menstrual da data da coleta. O estradiol é o estrogênio mais potente, produzido principalmente pelos ovários e em menor quantidade pelas adrenais e testículos. Nos homens, a maior parte é derivada da conversão periférica de testosterona.

Instruções: Anotar medicamentos dos últimos 30 dias.

Jejum: Não necessário.

FATOR ANTI-NUCLEAR (FAN)

Interpretação:  O estabelecimento dos padrões do FAN é geralmente seguido pela determinação mais específica dos anticorpos contra os antígenos a eles associados. As células Hep-2 são o melhor substrato para pesquisa por fornecer maior sensibilidade com os antígenos nucleares possíveis.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

FATOR REUMATÓIDE

Interpretação:  É uma imunoglobulina que pode ser do tipo IgM, IgG, IgA ou IgM, capaz de reagir com o fragmento Fc de uma imunoglobulina G humana. É utilizado principalmente como marcador de Artrite Reumatóide (AR), mas pode ocorrer em outras situações clínicas.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário

FERRITINA

Interpretação:  Exame utilizado na avaliação da reserva de ferro por apresentar boa correlação com os depósitos teciduais de ferro. Cada mg/L de ferritina representa cerca de 8 a 10 mg de ferro armazenado.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

FERRO

Interpretação:  O ferro é componente essencial da hemoglobina e desempenha funções no metabolismo como transporte e armazenamento de oxigênio, nas reações de liberação de energia na cadeia de transporte de elétrons, na conversão de ribose a desoxirribose e como cofator de reações enzimáticas, entre outras.

Instruções: A coleta deve ser realizada, preferencialmente no período da manhã.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

FOSFATASE ALCALINA

Interpretação:  Diagnóstico de obstrução biliar; no diagnóstico das doenças osteometabólicas é pouco específico, sendo indicado apenas para doenças nas quais se eleva muito, como doença de Paget, raquitismos e osteomalácia, tanto como diagnóstico de atividade como de controle do tratamento.

Instruções: Não ter realizado biópsia hepática nos últimos 5 dias que antecedem a coleta.

Jejum: Até 1 ano de idade: jejum mínimo necessário de 3 horas.

1 a 6 anos de idade jejum mínimo necessário de 4 horas.

Acima de 6 anos de idade jejum mínimo necessário de 8 horas.

FÓSFORO

Interpretação: Avaliação do metabolismo do fósforo.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

FUNGOS- PESQUISA POR REGIÃO (MICOLÓGICO)

Interpretação: Diagnóstico de infecções fúngicas. A pesquisa é realizada através de microscopia direta (após tratamento do material e/ou coloração).

Instruções: Não utilizar medicamentos tópicos nos 3 dias que antecedem a coleta. Caso não seja possível suspender o tratamento, informar medicações. Em coletas nas unhas, remover esmaltes 1 dia antes da coleta.

GRUPO SANGUÍNEO (ABO+RH)

Interpretação: determinação da tipagem sanguínea do indivíduo, em relação aos principais antígenos de membrana eritrocitária. Estes dados poderão ser utilizados em rotinas pré-natais ou condições transfusionais. Os resultados dizem respeito à presença de proteínas de membrana eritrocitária dos tipos A, B e D. Assim, é possível o encontro de diferentes situações: A (Rh positivo ou negativo), B (Rh positivo ou negativo), AB (Rh positivo ou negativo) e O (Rh positivo ou negativo).

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

GONADOTROFINA CORIÔNICA – BETA HCG

Interpretação:  Teste de determinação de gravidez (em situações normais); monitoramento de inseminação artificial ou fertilização em vitro; diagnóstico e monitoramento de tumores trofoblásticos gestacionais;

Instruções: Anotar medicamentos dos últimos 30 dias.

Jejum: Não necessário.

GLICOSE

Interpretação: Exame utilizado no diagnóstico de diabetes mellitus (DM), desde que apresente dois ou mais resultados elevados. Apesar da American Diabetes Association (ADA) e a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) não recomendarem o rastreamento em massa para DM com a glicemia no sangue a determinação da glicemia de jejum deve ser realizada periodicamente, de acordo com a idade do indivíduo e a presença de fatores de risco para DM. No diagnóstico de hipoglicemia, glicose abaixo de 40 mg/dL associada aos demais critérios da tríade de Wipple , confirma este diagnóstico.

Instruções: Paciente não deve realizar esforço físico antes da coleta. Em caso de pacientes que usem medicamentos de via oral ou insulina para o tratamento de diabetes, recomenda-se que o medicamento seja administrado após a coleta.

Jejum: Até 1 ano: Intervalo entre as mamadas (jejum de 3 horas).

1 a 4 anos: 6 horas de jejum

Acima de 5 anos: Jejum de 8 a 12 horas, recomendamos que o jejum não seja superior a 12 horas.

GAMA GLUTAMIL TRANSFERASE – GGT

Interpretação: Confirmação de origem hepática quando fosfatase alcalina (FA) elevada; colestase; pós transplante hepático; neoplasias; alcoolismo, sobretudo crônico

Instruções: Não ter realizado biópsia hepática nos últimos 5 dias que antecedem a coleta.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

HEMOGLOBINA GLICADA

Interpretação:  Monitoramento de controle glicêmico diabético.

Instruções: Anotar medicamentos dos últimos 30 dias.

Jejum: Não necessário.

HEMOGRAMA COMPLETO

Interpretação:  Avaliação clínica geral; avaliação e diagnóstico de anemias, policitemias, aplasias medulares, processos infecciosos, leucemias/leucoses, trombocitose e trombocitopenia. O hemograma é uma das análises mais utilizadas na prática médica, pois seus dados gerais permitem uma avaliação extensa da condição clínica do paciente.

Instruções: Paciente não deve realizar grandes esforços físicos antes da coleta. Informar medicamentos dos últimos 7 dias.

Jejum: Não necessário.

HEPATITE A - Anti-HVA IgG

Interpretação:  Exame que demonstra contato prévio com o vírus da hepatite A ou imunização vacinal.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

HEPATITE A - Anti-HVA IgM

Interpretação:  Anticorpo contra o capsídeo viral utilizado no diagnóstico de hepatite A na forma aguda.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

HEPATITE B – HbeAg

Interpretação:  O antígeno E é produto da degradação do core que aparece durante a replicação viral. Sua presença associa-se a uma maior quantidade de vírus completo no sangue, à replicação viral ativa e a uma maior infectividade. Sem o aparecimento do anticorpo anti-HBe, sua persistência está associada à evolução para a cronicidade.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

HEPATITE B - Anti - HBc IgM

Interpretação:  É a imunoglobulina IgM contra o antígeno central ou nucleocapsídeo (core) viral. Pode ser o único marcador detectável na hepatite fulminante, quando o HBsAg diminui pela necrose hepática severa.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

HEPATITE B - Anti – Hbe

Interpretação:  Aparece em cerca de 90% a 95% dos pacientes com HBeAg positivo, uma a duas semanas após sua negativação. Em alguns casos, pode coexistir, durante um período curto, com o HBeAg e o anti-HBe. Sua presença relaciona-se a um prognóstico favorável da resolução da infecção e à diminuição da infectividade.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

HEPATITE B - Anti HBs

Interpretação:  Na fase de convalescência da hepatite B ocorre aumento progressivo do anti-HBs que, associado ao anti-HBcAg indica cura da infecção com o consequente desenvolvimento de imunidade ao vírus. No período de janela imunológica, no qual não se detecta mais o HBsAg no soro, mas ainda não está presente o anti-HBsAg o diagnóstico somente poderá ser feito pela pesquisa de anticorpos, principalmente o anti-HBcAg total.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

HEPATITE B - HBsAg(Ag Au)

Interpretação:  O HBsAg é o antígeno protéico de superfície do vírus da hepatite B. Possui subgrupos antigênicos, dos quais os mais importantes são ADW, AYW, ADR, AYR, de pouco interesse clínico, mas de importância epidemiológica. Sua presença pode ser detectada durante o período de incubação, de duas a seis semanas depois da exposição. Atinge o pico na fase aguda da doença, em que é grande o grau de infectividade, e declina gradualmente até tornar-se indetectável em cerca de um a três meses.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

HEPATITE B: Anti-HBc Total (Anticorpos IgG+IgM)

Interpretação:  Compreende os anticorpos IgM e IgG contra o antígeno central ou nucleocapsídeo viral (core) considerado excelente marcador epidemiológico, pois no período de janela imunológica em que o HBsAg desaparece e o anti-HBs ainda não surgiu é o marcador indicador da doença. Não confere imunidade.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

HIV 1 - 2

Interpretação:  O agente etiológico da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS) é identificado como vírus da imunodeficiência humana (HIV). Os anticorpos anti-VIH estão presentes nos doentes infectados pela AIDS e nos indivíduos assintomáticos infectados pelo HIV. O exame segue as determinações da Portaria nº 29, de 2013, do Ministério da Saúde.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

HEPATITE C - Anti – HCV

Interpretação: Diagnóstico de infecção atual ou anterior pelo vírus da hepatite C.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

MAGNÉSIO

Interpretação: Avaliação de distúrbios hidro-eletrolíticos. É o quarto mais abundante cátion no organismo e 1% está contido no líquido extracelular. Atua como um co-fator essencial para enzimas ligadas à respiração celular, glicólise e transporte transmembrana de outros cátions (cálcio e sódio).

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

METIL ETIL CETONA URINÁRIA PRÉ JORNADA

Interpretação:  Indicador de avaliação das exposições ocupacionais. A principal ação da metil etil cetona no organismo é a depressão do sistema nervoso central, produzindo narcose.

Instruções: Coletar urina de pré jornada de trabalho em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo.

METIL ETIL CETONA URINÁRIA PÓS JORNADA

Interpretação:  Pode causar efeitos tóxicos quando inalado e ingerido, além de poder causar irritações e lesões quando em contato com a pele.

Instruções: Coletar urina de final de jornada de trabalho ou aleatória em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo.

PARASITOLÓGICO – FEZES

Interpretação:  Por ser um exame relativamente rápido, o exame parasitológico de fezes é o mais utilizado para o diagnóstico de infestação por helmintos e protozoários em suas formas evolutivas.

Instruções: Coletar amostra de fezes em recipiente anequado.

POTÁSSIO

Interpretação:  Presente em grandes concentrações no espaço intracelular, o potássio tem importância na manutenção do equilíbrio eletrolítico e as variações em suas concentrações interferem com a contração muscular.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

PROGESTERONA

Interpretação: diagnóstico da ovulação; avaliação funcional do corpo lúteo; monitoramento da terapia de substituição da progesterona. A progesterona é um hormônio esteroide produzido pelo ovário, placenta (durante a gravidez) e córtex adrenal.

Instruções: De preferência, a coleta deve ser realizada entre o 20º e o 24º dia do ciclo menstrual ou conforme solicitação médica. Anotar dia do ciclo menstrual. Anotar medicações dos últimos 30 dias.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

PROLACTINA

Interpretação:  avaliação de tumores hipofisários (prolactinomas) e controle pós-tratamento; anormalidades hipotalâmicas; estudos de infertilidade, amenorréia, galactorréia e impotência.

Instruções: Em caso de solicitado prolactina em repouso, o tempo ideal é de 20 a 30 minutos. Anotar medicações dos últimos 30 dias.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

PROTEÍNA C REATIVA

Interpretação: marcador de fase aguda de processos infecciosos ou inflamatórios; seguimento terapêutico das doenças reumáticas em geral. fator de risco isolado de risco coronariano. A concentração plasmática aumenta em doenças do colágeno, neoplasias, pós-operatório, infarto do miocárdio e em doenças infecciosas agudas (pielonefrite aguda) e crônicas.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário

PROTEÍNAS TOTAIS e FRAÇÕES

Interpretação:  Avaliação das hipoproteinemias e hiperproteinemias.

Instruções: A coleta deve ser realizada, preferencialmente no período da manhã.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

PSA LIVRE - ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO

Interpretação:  Ver PSA Total – Antígeno Prostático Específico.

Instruções: O paciente precisa atender às seguintes condições – não ter ejaculado nas últimas 48 horas; não ter feito exercício em bicicleta (ergométrica ou não) nos últimos dois dias; não ter andado de motocicleta nos últimos dois dias; não ter praticado equitação nos últimos dois dias; não ter usado supositório nos últimos três dias; não ter recebido sondagem uretral ou feito exame de toque retal nos últimos três dias; não ter feito cistoscopia nos últimos cinco dias; não ter realizado ultrassonografia transretal nos últimos sete dias; não ter feito colonoscopia ou retossigmoidoscopia nos últimos 15 dias; não ter realizado estudo urodinâmico nos últimos 21 dias; não ter feito biópsia de próstata nos últimos 30 dias.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

PSA TOTAL - ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO

Interpretação: Diagnóstico e monitoramento de tratamento farmacológico e/ou cirúrgico de patologias prostáticas (câncer de próstata, hiperplasia prostática benigna e prostatites); teste de triagem para detecção precoce de câncer de próstata.

Instruções: O paciente precisa atender às seguintes condições – não ter ejaculado nas últimas 48 horas; não ter feito exercício em bicicleta (ergométrica ou não) nos últimos dois dias; não ter andado de motocicleta nos últimos dois dias; não ter praticado equitação nos últimos dois dias; não ter usado supositório nos últimos três dias; não ter recebido sondagem uretral ou feito exame de toque retal nos últimos três dias; não ter feito cistoscopia nos últimos cinco dias; não ter realizado ultrassonografia transretal nos últimos sete dias; não ter feito colonoscopia ou retossigmoidoscopia nos últimos 15 dias; não ter realizado estudo urodinâmico nos últimos 21 dias; não ter feito biópsia de próstata nos últimos 30 dias.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

RETICULÓCITOS

Interpretação:  Reticulócitos são eritrócitos recém-produzidos pela medula ricos em RNA, o que atribui a estas células uma policromatocitose com os métodos de coloração habitualmente utilizados.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

SÓDIO

Interpretação:  É um cátion presente em grande quantidade no líquido extracelular. Suas variações, seja por redução (hiponatremia) ou por aumento (hipernatremia), provocam também alterações na osmolaridade sérica. Seu poder osmótico lhe proporciona capacidade de distribuição da água corporal.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

TSH - HORMÔNIO TIREOESTIMULANTE

Interpretação:  Quando a função hipotálamo-hipofisária está intacta, pequenas alterações nas concentrações dos hormônios tireoidianos livres resultam em grandes alterações nas concentrações séricas de TSH, tornando este o melhor indicador de alterações discretas da produção tireoidiana.

Instruções: Caso esteja utilizando hormônio tiroidiano (Euthyrox®, Puran T4®, Levoid® ou Synthroid®), o cliente precisa fazer a coleta antes da próxima dose ou, no mínimo, quatro horas após a ingestão do medicamento. Anotar medicações dos últimos 30 dias especialmente hormônios tiroidianos e amiodarona.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

TRIGLICÉRIDES

Interpretação:  Os Triglicérides ou gorduras neutras são ésteres de ácidos graxos com glicerol e representam a maior quantidade de gordura do organismo (95%), provenientes da dieta e do fígado.

Instruções: Paciente não deve realizar esforço físico antes da coleta. Manter dieta habitual, sem ingerir bebidas alcoólicas nas 72 horas que antecedem a coleta.

Jejum: Até 1 ano: Intervalo entre as mamadas (jejum de 3 horas).

1 a 4 anos: 6 horas de jejum

Acima de 5 anos: Jejum de 8 a 12 horas, recomendamos que o jejum não seja superior a 12 horas.

TGP - ALANINA AMINOTRANSFERASE

Interpretação:  É uma enzima intracelular presente em grandes quantidades no fígado e no rim e em pequenas quantidades na musculatura esquelética, coração e pâncreas. Sua origem é citoplasmática e, desta forma, eleva-se rapidamente após a lesão hepática sendo, portanto, um marcador sensível da função hepática.

Instruções: Não ter realizado biópsia hepática nos últimos 5 dias que antecedem a coleta.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

TGO - ASPARTATO AMINOTRANSFERASE

Interpretação:  A Transaminase glutamato oxaloacética (TGO) ou aspartato transaminase (AST) é uma enzima que catalisa a interconversão de aminoácidos e alfacetoácidos. Está presente em vários tecidos, mas atividades maiores são observadas no fígado, coração e músculo estriado e, mínimas, no rim e no pâncreas.

Instruções: Não ter realizado biópsia hepática nos últimos 5 dias que antecedem a coleta.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

TESTOSTERONA TOTAL

Interpretação: Avaliação do hirsutismo; diagnóstico de tumores virilizantes; diagnóstico do hipogonadismo masculino; avaliação de precocidade sexual idiopática; avaliação de pseudopuberdade precoce.

Instruções: A coleta deve ser feita até duas horas após o horário habitual de acordar ou conforme solicitação médica. A preferência do horário de coleta não se aplica a crianças menores de 10 anos. Anotar medicações dos últimos 30 dias especialmente hormônios esteroides.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

TESTOSTERONA LIVRE

Interpretação:  Um por cento da testosterona circula sob forma livre (TL). Esta é a fração biologicamente ativa, que se liga ao receptor de androgênios e é também reduzida a 5a-dihidrotestosterona (DHT), que se liga a este receptor de forma mais forte e estável, tento potência androgênica 5 vezes maior que a testosterona.

Instruções: A coleta deve ser feita até duas horas após o horário habitual de acordar ou conforme solicitação médica. A preferência do horário de coleta não se aplica a crianças menores de 10 anos. Anotar medicações dos últimos 30 dias especialmente hormônios esteroides.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

T4 - TIROXINA LIVRE

Interpretação:  Apenas 0,02% do T4 circula como T4 livre (T4L) que é o metabolicamente ativo. Apesar de ser uma medida estimada é o método de escolha seguindo o TSH na confirmação de disfunção tireoidiana devido à experiência já adquirida com a sua interpretação. Indicações: Confirmação de disfunção de tireoidiana e monitoração do tratamento.

Instruções: Caso esteja utilizando hormônio tiroidiano (Euthyrox®, Puran T4®, Levoid® ou Synthroid®), o cliente precisa fazer a coleta antes da próxima dose ou, no mínimo, quatro horas após a ingestão do medicamento. Anotar medicações dos últimos 30 dias especialmente hormônios tiroidianos e amiodarona.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

T4 – TIROXINA

Interpretação:  A tiroxina (T4) é o principal hormônio secretado pela glândula tireóide. Os hormônios tireoidianos circulam na corrente sanguínea quase que totalmente ligados às proteínas plasmáticas. As 3 proteínas transportadoras de HT mais importantes são a transtirretina (TTR), a albumina e a globulina ligadora de tiroxina (TBG).

Instruções: Caso esteja utilizando hormônio tiroidiano (Euthyrox®, Puran T4®, Levoid® ou Synthroid®), o cliente precisa fazer a coleta antes da próxima dose ou, no mínimo, quatro horas após a ingestão do medicamento. Anotar medicações dos últimos 30 dias especialmente hormônios tiroidianos e amiodarona.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

T3 - TRIIODOTIRONINA LIVRE

Interpretação:  Cerca de 0,3% do T3 circula sob a forma livre, sendo considerada a fração metabolicamente ativa. a dosagem de T3 livre também não sofre influência significativa dos níveis de TBG circulantes, podendo apresentar-se em níveis normais em pacientes em uso de medicamentos ou em outras situações que alterem a TBG. Nesses casos, é possível encontrar diminuição ou elevação do T3 total com T3 livre normal.

Instruções: Caso esteja utilizando hormônio tiroidiano (Euthyrox®, Puran T4®, Levoid® ou Synthroid®), o cliente precisa fazer a coleta antes da próxima dose ou, no mínimo, quatro horas após a ingestão do medicamento. Anotar medicações dos últimos 30 dias especialmente hormônios tiroidianos e amiodarona.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

T3 – TRIIODOTIRONINA

Interpretação:  Aproximadamente 20% do T3 é produzido na tireóide; o restante é proveniente dos tecidos periféricos por desiodação do T4. Na maioria (99,7%), o T3 circula ligado a proteínas séricas, principalmente a TBG.

Instruções: Caso esteja utilizando hormônio tiroidiano (Euthyrox®, Puran T4®, Levoid® ou Synthroid®), o cliente precisa fazer a coleta antes da próxima dose ou, no mínimo, quatro horas após a ingestão do medicamento. Anotar medicações dos últimos 30 dias especialmente hormônios tiroidianos e amiodarona.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

UREIA

Interpretação:  A ureia é o metabólito quantitativamente mais importante do catabolismo das proteínas (principal fonte de excreção do nitrogênio) e da desaminação dos aminoácidos. Produzida no fígado, passa para a circulação onde é degradada em níveis intersticiais e eliminada pelo suor, pelo trato gastrointestinal e pelo rim.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

URINA TIPO I

Interpretação:  O EAS é um dos exames mais utilizados como triagem das principais funções metabólicas do organismo, doenças renais, infecções urinárias, doenças sistêmicas e grau de hidratação, através da urina.

Instruções: A coleta ideal para adultos é a primeira urina da manhã, desprezando o primeiro jato e coletando o jato médio. Observe-se que para crianças ou adultos, na urgência, o exame poderá ser realizado com urina coletada após 2 a 4 horas a última micção.

VDRL

Interpretação: Trata-se de teste não treponêmico por reação de floculação em lâmina que utiliza a cardiolipina, utilizado como teste de triagem da sífilis. O exame segue as determinações da Portaria nº 3242, de 2011, do Ministério da Saúde.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

VSH - VELOCIDADE DE HEMOSSEDIMENTAÇÃO

Interpretação: Eleva-se nos processos inflamatórios agudos e crônicos, nas lesões e destruição tecidual, sendo utilizado no controle evolutivo das doenças reumáticas ou crônicas.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

VITAMINA A

Interpretação:  Exame utilizado para o diagnóstico de deficiência e toxicidade pela vitamina A.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: 8 a 12 horas.

Agendamento: Não necessário.

VITAMINA B12

Interpretação:  Avaliação da deficiência de vitamina B12.

Instruções: Não ingerir álcool 24h antes do exame. Paciente não deve fazer uso de antagonistas do ácido fólico, methotrexane, aminoglicosídeos. Anotar medicamentos dos últimos 7 dias.

Jejum: Não necessário.

VITAMIDA C

Interpretação:  O ácido ascórbico (vitamina C) é um cofator enzimático necessário para a formação de colágeno e outras proteínas do tecido conjuntivo. Também facilita a absorção de ferro dietético, estando envolvido em várias outras vias do metabolismo.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

VITAMINA D 25 HIDROXI

Interpretação: É o metabólito utilizado para a determinação de suficiência de vitamina D (VD) por ser o metabólito mais abundante e estável. Sua meia vida é de 2 a 3 semanas e a regulação de sua hidroxilação hepática é pobremente regulada pelo fígado, de modo que os níveis circulantes refletem diretamente a VD ingerida e/ou sintetizada na pele.

Instruções: Anotar medicamentos dos últimos 7 dias.

Jejum: Mínimo de 3 horas para todas as idades.

ZINCO

Interpretação:  O Zinco é um elemento essencial para o organismo e sua falta é relacionada a algumas enfermidades, sendo que em excesso tem efeitos tóxicos. A deficiência de zinco pode ser devida à ingestão diminuída, alterações de absorção ou perda excessiva.

Instruções: Não há instruções para o exame.

Jejum: Não necessário.

Entrar

Perdeu sua senha?

Criar uma conta?